Computação em nuvem

NasNuvens RNP e o processo de transformação digital das IES

Se você acessa e-mails e documentos online, assiste vídeos na internet ou esbarra por diferentes mídias nas linhas do tempo de suas redes sociais, você é usuário da computação em nuvem (ou, em inglês, cloud computing). O conceito é simples: trata-se do fornecimento de serviços de computação, como armazenamento de arquivos, bancos de dados, servidores e softwares sob demanda, pela internet. O infinito ciberespaço em que se encontra tudo isso é chamado de “nuvem”.

Segundo pesquisas de mercado, a nuvem tem crescido e se tornado essencial para organizações. Uma pesquisa da empresa de consultoria Gartner previa que, em 2020, uma política corporativa de não adoção da computação em nuvem seria tão rara quanto uma política de não adoção da internet.

A expectativa do estudo era que mais de 30% dos investimentos em desenvolvimento de novos softwares das 100 maiores empresas deste segmento do mundo teriam migrado de uma estratégia “nuvem primeiro” (do inglês “cloud-first”) para “exclusivamente na nuvem” (do inglês “cloud-only”), até o fim de 2019.

Naquele ano, novas estimativas do Gartner apostavam que a receita mundial de nuvem pública cresceria 17,5%, um montante de US $ 214,3 bilhões. Isso porque, segundo a pesquisa, mais de um terço das organizações vê os investimentos em nuvem como uma das três principais prioridades. Até 2022, é projetado um crescimento no mercado de serviços em nuvem quase três vezes maior que o crescimento dos serviços gerais de TI.

Estamos em 2021 e podemos afirmar: as expectativas não eram infundadas e, hoje, a nuvem é o “carro-chefe” da tecnologia na maioria das empresas, e é a base do NasNuvens: um conceito desenvolvido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) para que sua instituição de ensino encontre tudo que precisa quando o assunto é tecnologia em nuvem um único lugar.

NasNuvens: o catálogo de serviços de computação em nuvem para sua IES

O NasNuvens é um serviço que oferece uma plataforma de nuvem gerenciada e atende exclusivamente as instituições de Ensino e Pesquisa. A solução é um ponto de acesso a um catálogo de serviços e soluções, que promete simplificar a jornada de transformação digital das instituições, otimizando tempo e recursos.

Na plataforma idealizada pela RNP, provedores de serviços em nuvem e quem deseja contratá-los se encontram. Sua interface web permite atender às necessidades dos gestores de TI, pesquisadores, professores e alunos de pós-graduação, para acesso aos serviços disponibilizados em um único ambiente seguro e de fácil acesso.

A solução já foi indicada ao prêmio DCD — Awards Latin America 2018, na categoria “Melhor Projeto de Cloud”. A premiação é considerada o “Oscar” do setor de data center e é um reconhecimento de que o NasNuvens está no caminho certo para apoiar a transformação digital das instituições de ensino. E não era por menos.

O crescimento da computação em nuvem não aconteceu sem motivo, mas foi fruto de um conjunto de benefícios agregados à tecnologia sob demanda. Esses benefícios são ainda mais evidentes quando falamos de instituições de ensino. A RNP entendeu isso e busca oferecer por meio do NasNuvens soluções que permitem às instituições usufruírem das seguintes vantagens:

  • Custo: com o uso da computação em nuvem não é necessário reservar investimentos para comprar hardwares, manter data centers locais ou contratar mão de obra especializada para o gerenciamento da infraestrutura. O usuário, normalmente, paga apenas pelos serviços de nuvem que usa;
  • Elasticidade: sob demanda, os serviços de computação em nuvem são elásticos. Ou seja, é possível fornecer automaticamente para o cliente, quando e na quantidade necessária, recursos de TI, como potência de computação, armazenamento ou largura de banda;
  • Escalabilidade: outra vantagem de ter um serviço sob medida para a necessidade do usuário é que até grandes quantidades de recursos computacionais são fornecidas em poucos cliques, já que os principais serviços de cloud computing são executados em uma rede mundial de data centers seguros, rápidos e eficientes;
  • Segurança: o conjunto de políticas, tecnologias e controles oferecidos por provedores de serviços em nuvem e negociados pela RNP garantem a proteção de dados, aplicativos e infraestrutura contra possíveis ameaças. Além disso, esse tipo de serviço facilita e reduz os custos de backup de dados, recuperação de desastres e continuidade dos negócios, já que os dados podem ser espelhados em diversos sites redundantes na rede do provedor em nuvem.

RNP e MEC: apoiando a educação através da tecnologia

O NasNuvens tem o objetivo de acelerar a adoção da tecnologia pelas instituições de ensino. A plataforma foi criada após uma série de medidas de sucesso da RNP em parceria com o Ministério da Educação (MEC) que permitiram modernizar a educação brasileira.

O Compute, serviço de computação em nuvem da RNP, por exemplo, oferece infraestrutura em nuvem pública para a comunidade acadêmica e de pesquisa do Brasil que tenha ações de pesquisa ou de combate direto à COVID-19 e que precisem de infraestrutura em nuvem robusta e confiável para ampliar a capacidade do seu serviço. A RNP tem colaborado com um força-tarefa para otimizar ainda mais o serviço, contando com o apoio das multinacionais de tecnologia como Microsoft, Huawei, Google e AWS.

Outra iniciativa de destaque está ligada aos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e aos processos seletivos das universidades brasileiras. O Ministério da Educação (MEC) disponibiliza um conjunto de sistemas que compõem a política nacional de ensino superior, incluindo o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Para dar conta da demanda e alto volume de acessos simultâneos em pouco tempo, é necessária uma infraestrutura com capacidade. Por isso, a RNP coordenou a migração do Sisu para a nuvem com o objetivo de permitir que mais usuários acessassem a plataforma ao mesmo tempo, adaptar o portal para aparelhos mobile e economizar recursos.

Com a mudança, na primeira edição do Sisu, em janeiro de 2020, mais usuários puderam acessar a plataforma ao mesmo tempo: foram quase 3,5 milhões de inscrições feitas por quase 1,8 milhão de candidatos de todo o país. A plataforma chegou a receber 210 mil usuários simultâneos. A estreia da plataforma na nuvem chegou a bater um recorde – o de 7 mil inscrições por minuto e uma média de 1,5 milhões de acessos diários.

A expectativa é continuar oferecendo um ambiente estável, ágil e seguro para os usuários da estrutura de educação pública brasileira, com menor custo, além de apoiar diretamente o processo de transformação digital do MEC.

Agora, a expectativa é de que o NasNuvens traga benefícios para todos os participantes do Sistema RNP, beneficiando instituições, professores e alunos em suas escalas de atuação. Para saber mais sobre como a plataforma funciona, clique aqui e explore o nosso portal.

Antônio Carlos Fernandes Nunes

Sobre o autor

Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e mestre em Engenharia Elétrica com ênfase em Teleinformática e Automação pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ). Na RNP, coordenou e atuou em diversos projetos e iniciativas em uma trajetória de mais de 20 anos, até chegar à Diretoria de Serviços e Soluções. Nessa jornada, foi coordenador do FIX/PTTMetro de Brasília, supervisor da Redecomep (Redes Comunitárias para Educação e Pesquisa) no Centro-Oeste, responsável pelo Internet Data Center (IDC) da RNP, diretor-adjunto de Gestão de Serviços e, anos depois, de Gestão de Soluções. Também coordenou a participação da RNP em projetos com a Europa e a América Latina, como ELCIRA e MAGIC.

Siga nas redes

ASSINE NOSSA NEWS

Receba no seu e-mail informações sobre computação em nuvem com os melhores especialistas do mercado.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

compute

Gerencie seus recursos computacionais

O Compute é um serviço ofertado pela RNP que agrega Infraestrutura e Plataformas no modelo de serviço em nuvem (IaaS e PaaS) para as instituições de ensino e pesquisa em todo o sistema.

SAIBA MAIS